Auto-análise na Geira

 

-

 

O desporto faz parte da minha vida desde os 7 anos, na ginástica do Sporting. É-me intrínseco, faz parte de quem eu sou. Ginástica, natação, krav maga, mergulho com garrafa, paintball. Até que chegou a corrida, e é esta que mais prazer me tem dado e à qual mais me aplico, dentro das minha possibilidades de tempo e económicas.

 

E apenas percebe este prazer, e esta necessidade, quem está no mesmo contexto, pelo que, muitas vezes, não temos o “reconhecimento e compreensão” de alguns amigos e família. No meu caso, apenas o meu pai acha piada a estas loucuras, porque gostaria de fazer o mesmo caso tivesse menos idade.

 

Mas, para além do prazer, o desporto também nos dá conhecimento de nós mesmos, dos nossos objectivos e das nossas capacidades. Sempre detestei o desporto de competição. Não faz qualquer sentido, para mim, esticar o meu físico para ser a melhor. Tal como ser a melhor da turma, ou ser a colega mais popular também nunca foram objectivos. Sabia bem, quando acontecia, mas não lutava por isso, e por essas razões.

 

E as provas demonstram-me quem sou e o que representa a competição: lutar comigo mesma. Acabar a prova. E acabar com menor sofrimento. E gozar a envolvente, daí a preferência pelos trilhos. E, sendo possível, manter uma conversa gira, e trocar impressões e brincadeiras com quem vou. E, também, sendo 100% sincera, também me proponho ultrapassar todos os rabos maiores que o meu. Mas, vendo bem, não são assim tantos.

 

As provas também me ensinaram que só acelero em duas situações: quando estou chateada com alguma coisa ou quando começo a sentir a meta e quero pôr um ponto final no cansaço. Não me orgulhos da primeira, mas sou assim.

 

Depois, gosto dos parabéns dados pelas pessoas de quem gosto e de frases simples de apoio como “estiveste bem” É fútil e narcisista? É, claro. Mas, como também gosto de dar esses parabéns, a situação equilibra, vá.

 

Este é o resumo dos sentimentos e compreensão da minha realidade que estes 50 km me trouxeram e que decidi partilhar, numa perspectiva diferente.

Quanto à prova propriamente dita, o arranque custou-me horrores, como custa sempre, porque não tenho, nunca, energia inicial, em subidas e rapidamente fiquei


Comments   

0 #21 Cara 2018-10-12 10:50
Next, there are the specialized colleges.

My web-site ... Cara: http://www.markenjury.de/de/deref.php?url=http://cli.re/gY5yYg
Quote
0 #20 LatiaChief 2018-03-26 13:48
I have checked your site and i've found some duplicate
content, that's why you don't rank high in google, but there is a tool
that can help you to create 100% unique content, search for:
boorfe's tips unlimited content
Quote
0 #19 DorethaChief 2018-03-25 19:16
I have checked your blog and i've found some duplicate
content, that's why you don't rank high in google, but there is a tool that can help you
to create 100% unique content, search for: boorfe's tips unlimited content
Quote
0 #18 Kim 2017-05-24 03:38
These are actually enormous ideas in about blogging.
You have touched some nice things here. Any way keep up wrinting.
Quote
0 #17 plaza.rakuten.co.jp 2017-05-24 03:35
Glad to be one of the visitants on this awesome website :
D.
Quote
0 #16 Chas 2017-05-24 03:11
Thanks for finally talking about >Auto-análise na
Geira
Quote
0 #15 Krystal 2017-05-24 03:02
My brother recommended I may like this blog. He was
totally right. This post truly made my day. You can not consider simply how so much
time I had spent for this information! Thanks!
Quote
0 #14 Tyrell 2017-05-23 23:15
These are truly great ideas in on the topic
of blogging. You have touched some nice factors here. Any way keep
up wrinting.
Quote
0 #13 Felipe 2017-05-23 23:12
What's up i am kavin, its my first occasion to commenting anyplace, when i read this piece of
writing i thought i could also make comment due to this brilliant article.
Quote
0 #12 Victoria 2017-05-23 22:54
Loving the information on this site, you have done outstanding job on the
articles.
Quote

Add comment


Security code
Refresh