Uma marca e os quatro vectores

Uma marca e os quatro vectores de diferenciação: relevância, diferenciação, estima e familiaridade 
Um primeiro eixo deriva da Relevância do Run 4 Fun®na vida dos seus membros. Correr é um hábito saudável. Mas correr (ou treinar) sozinho é francamente mais difícil: a motivação é menor, a possibilidade de fazer benchmark competitivo está dificultada, a pressão de solicitações exteriores é mais avassaladora e potencialmente em desfavor dos treinos de corrida. Então o Run 4 Fun®oferece a todos os seus membros a certeza de que em diferentes locais do planeta (Lisboa, mas também em Madrid, São Paulo ou Luanda) existem outros elementos do Clube que treinam e correm de forma semelhante. 

Por isso treinar corrida já não tem de ser um exercício solitário, qual penitência religiosa. Os membros do Run 4 Fun®combinam treinos, trocam metodologias e conselhos desportivos entre si. E amiúde treinam em grupo um ou dois dias por semana, como um mecanismo de catalisação de bons humores e disposição. Os membros do clube não precisam de treinar sozinhos... Quando o irmão ou o cunhado, habituais parceiros de treino de muitos corredores, não se encontram disponíveis, o corredor sabe que no Run 4 Fun®encontra membros que podem partilhar consigo locais e horas de treino! 
Nesse sentido, o Run 4 Fun®oferece uma experiência de grupo, reforçando o sentimento de pertença. E mesmo nos dias de clima mais inclemente, saber que outros membros do clube vão treinar no local combinado reforça a motivação e faz -nos sair da zona e dos locais de conforto (o sofá, a cama, o escritório!). 

O outro eixo diz respeito à Diferenciação que o Clube Run 4 Fun®procura deliberadamente. Isto porque não cultiva nenhuma obrigação nos seus membros: toda a adesão a treinos ou provas é opcional. Ninguém tem de superar marcas ou tempos, por exemplo. Os objectivos de correr são puramente individuais: alguns membros treinam e correm para perder peso, outros para melhorar o seu estado de saúde geral, outros fazem -no pelo prazer do convívio e, uma pequena minoria, almeja alcançar feitos desportivos relevantes. Ao contrário de grande parte dos grupos ou agremiações desportivas,meramente treinar e correr são fins em si, sem necessidade de quaisquer outros! 

O terceiro eixo sobre o qual qualquer marca com aspirações deve assentar é o território daEstima. E, nesse sentido, o Run 4 Fun®procura desenvolver-se com o objectivo de ser alvo da estima dos seus membros. O clube é sedutor e orientado para as necessidades dos seus membros, quer os mais experientes, quer os neófitos. Assim, para os membros com menor resistência, o Clube desenvolve sessões de iniciação ao treino em meio-fundo, nas quais membros experientes funcionam como tutores dos corredores menos rodados. De facto, até atingir um nível intermédio, cada membro pode contar com o apoio de um corredor mais experiente, que o ajudará a treinar e a correr em provas, e que, incenti van do -o e acompanhando -o, procura que o novo membro atinja um nível de auto -suficiência em termos de resultados desportivos e de metodologia e regularidade de treinos. Ou seja, o Clube Run 4 Fun®é orientado para o progresso e melhoria de desempenho dos seus membros, usando uma estratégia deliberada de «ajudado agora, ajudarei no futuro». Todos os membros são envolvidos irmãmente nas diversas actividades do clube (angariação de novos membros, inscrição em provas, convite para oradores seleccionados virem dar palestras ao clube, relações com a imprensa especializada, concepção e contratação de equipamentos, logística de viagens, etc.). Nesse sentido, a Marca Run 4 Fun®é construída não por uma estrutura profissional, mas por todos e cada um dos membros. Cada realização do clube contou com o empenhamento da grande maioria dos seus membros, ou seja, dos membros que são simultaneamente consumidores e produtores de serviços! 

Um quarto eixo em que assenta o Clube diz respeito à Familiaridade. Esta começa no esforço deliberado, inicial, de recrutamento de membros que pudessem ser considerados líderes de opinião junto de um círculo alargado de pessoas. Que pudessem servir de exemplo e de estímulo de combate ao sedentarismo e ao conformismo (aquilo que com muito piada os norte -americanos chamam o couch potato, ou o estar refastelado no sofá a ver televisão ou a jogar um videojogo, diríamos numa adaptação algo livre!) junto de colegas, colaboradores, migos ou familiares. E por isso o núcleo fundador inclui uma mistura interessante e professores universitários, quadros superiores, profissionais liberais de renome e empresários. Caras conhecidas nos respectivos meios profissionais ou académicos, que através do seu exemplo desmistificaram a ideia de que correr era para jovens ou para quenianos, que não estaria ao alcance de comuns mortais com vidas e agendas preenchidas... Os fundadores funcionaram como pioneiros e evangelizadores iniciais! Afinal, o papel dos pioneiros é, desde há muito, um dos factores -chave de sucesso das marcas bem conseguidas, ao provocarem um efeito de imitação e de arrasto sobre o restante mercado.

Mas o Run 4 Fun®leva a questão da familiaridade um pouco mais longe. Assume-se como uma comunidade à qual se acede por convite. Assim, é necessário que os membros aceites demonstrem interesse pelo desporto em geral e pela corrida em especial, por um lado, mas também que possuam espírito gregário, capacidade de captar outros corredores e disponibilidade para participar nas tarefas de desenvolvimento do clube. Mais do que «consumidores passivos», o Run 4 Fun®quer membros activos! Uma marca e os quatro vectores de diferenciação: relevância, diferenciação, estima e familiaridade 

Um primeiro eixo deriva da Relevância do Run 4 Fun®na vida dos seus membros. Correr é um hábito saudável. Mas correr (ou treinar) sozinho é mais difícil: a motivação é menor, a possibilidade de fazer benchmarking competitivo está dificultada, a pressão de solicitações exteriores é mais avassaladora e potencialmente em desfavor dos treinos de corrida. Então o Run 4 Fun®oferece a todos os seus membros a certeza de que em diferentes locais deLisboa e arredores, mas também em Madrid, Luanda, Bissau, Caracas ou Seattle) existem outros elementos do Clube que treinam e correm de forma semelhante. 

Por isso treinar corrida já não tem de ser um exercício solitário, qual penitência religiosa. Os membros do Run 4 Fun®combinam treinos, trocam metodologias e conselhos desportivos entre si. E amiúde treinam em grupo um ou dois dias por semana, como um mecanismo de catalisação de bons humores e disposição. Os membros do clube não precisam de treinar sozinhos... Quando o irmão ou o cunhado, habituais parceiros de treino de muitos corredores, não se encontram disponíveis, o corredor sabe que no Run 4 Fun®encontra membros que podem partilhar consigo locais e horas de treino! 
Nesse sentido, o Run 4 Fun®oferece uma experiência de grupo, reforçando o sentimento de pertença. E mesmo nos dias de clima mais inclemente, saber que outros membros do clube vão treinar no local combinado reforça a motivação e faz -nos sair da zona e dos locais de conforto (o sofá, a cama, o escritório!). 

O outro eixo diz respeito à Diferenciação que o Clube Run 4 Fun®procura deliberadamente. Isto porque não cultiva nenhuma obrigação nos seus membros: toda a adesão a treinos ou provas é opcional. Ninguém tem de superar marcas ou tempos, por exemplo. Os objectivos de correr são puramente individuais: alguns membros treinam e correm para perder peso, outros para melhorar o seu estado de saúde geral, outros fazem -no pelo prazer do convívio e, uma pequena minoria, almeja alcançar feitos desportivos relevantes. Ao contrário de grande parte dos grupos ou agremiações desportivas,meramente treinar e correr são fins em si, sem necessidade de quaisquer outros! 

O terceiro eixo sobre o qual qualquer marca com aspirações deve assentar é o território daEstima. E, nesse sentido, o Run 4 Fun®procura desenvolver-se com o objectivo de ser alvo da estima dos seus membros. O clube é sedutor e orientado para as necessidades dos seus membros, quer os mais experientes, quer os neófitos. Assim, para os membros com menor resistência, o Clube desenvolve sessões de iniciação ao treino em meio-fundo, nas quais membros experientes funcionam como tutores dos corredores menos rodados. De facto, até atingir um nível intermédio, cada membro pode contar com o apoio de um corredor mais experiente, que o ajudará a treinar e a correr em provas, e que, incenti van do -o e acompanhando -o, procura que o novo membro atinja um nível de auto -suficiência em termos de resultados desportivos e de metodologia e regularidade de treinos. Ou seja, o Clube Run 4 Fun®é orientado para o progresso e melhoria de desempenho dos seus membros, usando uma estratégia deliberada de «ajudado agora, ajudarei no futuro». Todos os membros são envolvidos irmãmente nas diversas actividades do clube (angariação de novos membros, inscrição em provas, convite para oradores seleccionados virem dar palestras ao clube, relações com a imprensa especializada, concepção e contratação de equipamentos, logística de viagens, etc.). Nesse sentido, a Marca Run 4 Fun®é construída não por uma estrutura profissional, mas por todos e cada um dos membros. Cada realização do clube contou com o empenhamento da grande maioria dos seus membros, ou seja, dos membros que são simultaneamente consumidores e produtores de serviços! 

Um quarto eixo em que assenta o Clube diz respeito à Familiaridade. Esta começa no esforço deliberado, inicial, de recrutamento de membros que pudessem ser considerados líderes de opinião junto de um círculo alargado de pessoas. Que pudessem servir de exemplo e de estímulo de combate ao sedentarismo e ao conformismo (aquilo que com muito piada os norte -americanos chamam o couchpotato, ou o estar refastelado no sofá a ver televisão ou a jogar um videojogo, diríamos numa adaptação algo livre!) junto de colegas, colaboradores, migos ou familiares. E por isso o núcleo fundador inclui uma mistura interessante e professores universitários, quadros superiores, profissionais liberais de renome e empresários. Caras conhecidas nos respectivos meios profissionais ou académicos, que através do seu exemplo desmistificaram a ideia de que correr era para jovens ou para quenianos, que não estaria ao alcance de comuns mortais com vidas e agendas preenchidas... Os fundadores funcionaram como pioneiros e evangelizadores iniciais! Afinal, o papel dos pioneiros é, desde há muito, um dos factores -chave de sucesso das marcas bem conseguidas, ao provocarem um efeito de imitação e de arrasto sobre o restante mercado.

Mas o Run 4 Fun®leva a questão da familiaridade um pouco mais longe. Assume-se como uma comunidade à qual se acede por convite. Assim, é necessário que os membros aceites demonstrem interesse pelo desporto em geral e pela corrida em especial, por um lado, mas também que possuam espírito gregário, capacidade de captar outros corredores e disponibilidade para participar nas tarefas de desenvolvimento do clube. Mais do que «consumidores passivos», o Run 4 Fun®quer membros activos!